A solução da crise climática passa por tratar da saúde aos miseráveis super-ricos

Ainda na sequência de um post anterior, onde se divulgou um estudo efectuado por uma equipa de mais de duas dezenas de investigadores de vários países, que confirmou que são os super-ricos que andam efetivamente a dar cabo deste Planeta, vale a pena ler um artigo no último número da revista Visão, onde dois académicos Franceses (entre eles, o famoso catedrático Thomas Piketty, autor de um livro que já recebeu mais de 30.000 citações) analisam esse problema e sugerem a criação urgente de impostos sobre o carbono, cuja receita reverteria para as pessoas com rendimentos baixos e médios. 

Infelizmente o referido e interessante artigo não explica como é que é possível taxar de forma substancial os super-ricos, que como é sabido são especialistas em não pagar em impostos, mas quanto a esse pormaior, entendo que a solução mais óbvia, mais expedita e também a mais eficaz, passa por tentar copiar o que fazem na Alemanha, https://pacheco-torgal.blogspot.com/2021/06/grande-alemanha.html

PS – No limite e naqueles países que são totalmente incompetentes em taxar os super-ricos, talvez só sobre a receita radical, que foi sugerida há alguns anos atrás pelo Físico Martin Desvaux, que passa por essa “contribuiçãolhes ser arrancada à força.