Quais são as áreas científicas mais competitivas de Portugal ?

No último número da revista The Economist, há um artigo sobre a agência Britânica ARIA (Advanced Research and Innovation Agency)  que pretende replicar o êxito da sua congénere Norte-Americana DARPA. O artigo em causa defende que o Reino Unido deve concentrar esforços na área das ciências da saúde, não só por conta do impacto mundial dessa área em termos de citações mas também da resposta à Covid-19:

“Britain is world class in this domain-as demonstrated in both its academic citations and scientific response to Covid-19″ https://www.economist.com/leaders/2022/02/12/some-lessons-on-inventing-the-future-in-britain

Sobre o tema supra também seria importante saber-se quais são as áreas científicas mais competitivas de Portugal, porém atento o inusitado regabofe de quase 80% de unidades de investigação classificadas como Excelentes ou Muito Boas, que caracterizaram a última avaliação de unidades, onde curiosamente todas as métricas estavam proibidas, mas mesmo assim foram utilizadas, de forma bastante intensiva e logo as piores, o número de publicações e o tipo de revista (vide email reproduzido no post de Outubro de 2019), que não permite assim estabelecer comparações relevantes a nível internacional, em Junho de 2021, sugeri por isso que se podia usar de forma bastante expedita o Top Luso-Germânico no ranking Shanghai, para aferir a competitividade científica internacional das diferentes áreas científicas da ciência nacional https://pacheco-torgal.blogspot.com/2021/06/as-universidades-alemas-mostram-bem-o.html